IMD | Instituto Metrópole Digital

Notícias

15 mai 2020/ ASCOM

IMD desenvolve plataforma para Sesap gerir estagiários da área de saúde que atuam no Combate ao Coronavírus

O Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN), em parceria com Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS/UFRN), desenvolveu uma plataforma tecnológica para o gerenciamento de estagiários em saúde que atuam em hospitais e unidades do setor geridas pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap/RN).

A tecnologia, que entrou em funcionamento nesta semana, é denominada Sistema Unificado de Ensino e Serviço (SUES) e foi feita a pedido da própria Sesap, como forma de contribuir na atuação de combate à pandemia do Coronavírus. A necessidade de uma solução digital do tipo já se fazia necessária, mas se tornou ainda mais importante com o aumento do número de estagiários da área, principalmente por meio do programa “O Brasil Conta Comigo”, do Ministério da Saúde.

O desenvolvimento do SUES foi coordenado pelos professores da UFRN Anna Giselle Ribeiro, Gustavo Leitão, Isaac Franco e Emerson Alencar. Eles contaram com a ajuda de estudantes voluntários, que se inscreveram para participar da ação por meio do SOS Coronavírus, cadastro digital criado pelo mesmo grupo de professores para reunir interessados em contribuir em iniciativas desse tipo.

Para a subcoordenadora de capacitação da secretaria, Larissa de Araújo Monteiro, o SUES “vai permitir à Sesap monitorar o seu campo de estágio, garantindo uma melhor gestão da Rede de Ensino e Serviço no período da pandemia mediante as ações de enfrentamento ao Novo Coronavírus. Vale frisar que ele será uma importante ferramenta de gestão e fortalecimento das cooperações técnicas entre a Secretaria e Instituições de Ensino”.

O mapeamento proporcionado pela plataforma permite a mensuração de profissionais e acadêmicos envolvidos no enfrentamento ao Covid-19 nos hospitais, o que pode ser feito para cada unidade de saúde, além, por exemplo, da estimativa da necessidade de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Assim, o SUES tem um impacto direto nas estratégias de enfrentamento à doença e possibilita, ainda, uma maior efetividade nas atividades de ensino e serviço, garantindo melhorias no aprendizado acadêmico e na assistência ao usuário.

A docente Ana Giselle Ribeiro detalha que o sistema “permite que a secretaria cadastre os convênios que possui com as faculdades da área de saúde, além dos estagiários, acompanhando o desenvolvimento deles e emitindo relatórios e estatísticas importantes para a gestão pública”. Desse modo, é possível saber quantos desses estudantes estão ativos, o número deles em cada unidade de saúde e também por área de especialização.

 

 

Outras Notícias

30 abr 2020 por
ASCOM

Aplicativo de combate ao Coronavírus tem 5 mil usuários cadastrados e mais de 400 denúncias de aglomerações

Criada pelo IMD e MPRN, Tô de Olho é ferramenta para auxiliar na prevenção ao espalhamento do vírus


TECNOLOGIA | COVID-19
09 abr 2020 por
ASCOM

Covid-19/ Instituto Metrópole Digital desenvolve sistema de gestão de leitos para Sesap

Plataforma já tem cadastradas todas as unidades de saúde que vão atender casos de Coronavírus no RN


TECNOLOGIA | COVID-19