Metrópole Digital

Notícias

18 ago 2021/ ASCOM

Parque Metrópole faz aniversário com 73 empresas credenciadas e mil empregos gerados


O Parque Tecnológico Metrópole Digital chega ao seu quarto aniversário reunindo em sua área 73 empresas credenciadas, mil empregos diretos e participando ativamente de políticas de incentivo à economia potiguar. Para comemorar esse marco, será realizado um evento online, na próxima terça-feira (24), às 18h, no canal do Parque no Youtube.

A ocasião também vai marcar os oito anos de criação da incubadora de empresas Inova Metrópole, que precedeu o Parque Metrópole e hoje faz parte de sua estrutura. O evento contará com a palestra “Transformação Digital para Educação Empreendedora”, conduzida pelo docente da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Luciano Meira.

O docente é Ph.D. em educação matemática pela Universidade da Califórnia, mestre em psicologia cognitiva e bacharel em pedagogia. Também é professor colaborador da Cesar School (Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife) e Coordenador de Ciência e Inovação da Joy Street, uma empresa de tecnologias educacionais lúdicas que integra o Porto Digital, em Recife.

Outro motivo para comemoração, e que fará parte do evento, é a graduação quatro startups que passaram pelo programa de incubação da Inova: Void3D, NatalMakers, Velit e Futebol Interativo. Durante a live de aniversário, será exibido um vídeo sobre as empresas e a experiência delas na incubadora.

Polo de tecnologia

O diretor do Parque, Rodrigo Romão, destaca a rapidez com que a entidade tem atuado na criação e consolidação de um polo de tecnologia no Rio Grande do Norte. “Quando falamos em parques tecnológicos, e em um decurso de apenas quatro anos, o número de empresas que temos se constitui em algo realmente de destaque, talvez inédito no Brasil”, afirma ele.

Romão aponta ainda o papel de destaque que o Parque Metrópole tem tido na participação em políticas públicas ou em parcerias para a realização de iniciativas que visam o desenvolvimento do setor produtivo do estado. Essas atividades fazem parte da proposta da entidade em incentivar a integração de vários setores da sociedade – Academia, Setor Público e Setor Produtivo – visando a inovação e a geração de negócios.

Atualmente fazemos parte do Conselho Estadual de Ciência e Tecnologia, como líderes do grupo de trabalho de educação empreendedora, e também integramos a Câmara Setorial de Micro e Pequenas Empresas, da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico (SEDEC)”, conta o diretor.

Transforma RN

O Parque Metrópole ainda coordena, junto ao Sebrae, a execução do projeto Transforma RN e integra o projeto Internacionaliza RN. O primeiro tem o objetivo de promover uma transformação digital na cadeia produtiva do estado, o que será feito por meio da identificação de necessidades e da criação de um hub de conexões capaz de prover inovações na indústria potiguar.

Já o projeto Internacionaliza RN tem realizado uma série de ações visando a internacionalização do setor produtivo de Tecnologia da Informação do estado. Coordenado pela Câmara de Comércio, Indústria e Turismo Brasil-Portugal e pelo próprio Parque, a iniciativa gerou a criação da Rede Potiguar de Fomento à Internacionalização, que conta com parcerias do Sebrae, Fiern, Governo do RN, Prefeitura do Natal e Rede Potiguar de Incubadoras e Parques Tecnológicos (Repin).

IMD

O diretor geral do Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN), professor José Ivonildo do Rêgo, ressalta que o Parque é o resultado de um trabalho que foi iniciado há 12 anos, com a criação do próprio IMD. Ao longo desse tempo, também foi criada uma base de formação de recursos humanos fundamental para o Parque, com cursos técnicos, o Bacharelado em Tecnologia da Informação (BTI), várias especializações, três mestrados e um doutorado.

Trata-se de um sonho pensado e trabalhado há mais de uma década e que de fato se tornou realidade, com a incubadora e o Parque, que são o coração do IMD”, afirma o diretor geral. “A Inova Metrópole apoiou mais de uma centena de empreendimentos, várias empresas nasceram dentro dela, inclusive a maior empresa de TI do estado, que se encontra dentro do Parque Tecnológico, integrando as 73 empresas afiliadas à sua estrutura, destaca ele.

Ivonildo Rêgo ressalva, no entanto, que existem novos objetivos a serem alcançados. “O grande desafio que estamos nos propondo é que, primeiro, seja feita a duplicação da área física do Instituto, para dar sustentabilidade ao crescimento do parque e da incubadora”, afirma. Para isso, já existem projetos de engenharia e arquitetura prontos para a nova estrutura e busca-se os investimentos necessários para a obra.

Além disso, o diretor geral aponta como objetivo, para os próximos cinco anos, ultrapassar a marca de 100 empresas afiliadas ao Parque e 3 mil empregos gerados.

 

 

Outras Notícias

10 ago 2021 por
ASCOM

Empresas de TI do Parque Metrópole oferecem 35 vagas de emprego

Remunerações são de até R$ 4,2 mil. Oportunidades são para diversas áreas


INSCRIÇÕES | PARQUE TECNOLÓGICO
19 ago 2021 por
ASCOM

Quatro startups da Inova comemoram graduação em aniversário da incubadora

Void3D, NatalMakers, Velit e Futebol Interativo finalizaram incubação e iniciam nova fase de negócio


EMPREENDEDORISMO | INOVA